Padre Carlos Júnior

desde 2019

Pe. Carlos Antonio Barbosa de Araújo Júnior, filho de Carlos Antonio Barbosa de Araújo e Franceluce Ribeiro Dias (in memoriam), nasceu no dia 26 de março do ano de 1986, na cidade de Nazaré da Mata – PE. Desde pequeno, foi educado pelos seus avós paternos: Adelazi Coutinho de Araújo Barbosa e José Barbosa Sobrinho, no Engenho Bebedouro, em Ferreiros – PE. Realizou seus primeiros estudos na cidade de Ferreiros, e depois na cidade de Timbaúba / PE.

(mais…)

Padre Antonio Moreno

2016 a 2018

Natural de Arari, Maranhão, reside em Petrolina, Município de Pernambuco, desde o ano de 1982;

(mais…)

Profª Teresinha Teixeira Coelho

1976 a 2015

Um marco da fé e da ciência. Sob a administração eficiente, arrojada e séria da Professora Teresinha Teixeira Coelho, o colégio diocesano consagrou-se como instituição cristã, como espaço em que se prima pelo êxito da prática educativa, ao instigar educandos a se assumirem sujeitos dos processos sociais, culturais, técnicos e científicos. Tradição e modernidade: a essência de um processo de transição cuja maior conquista e a formação de um novo homem para uma nova sociedade.

(mais…)

Padre Reginaldo Lins de Aquino

1974 a 1975

Defendendo o trinômio em que se fundara a filosofia da escola – RAZÃO, RELIGIÃO, BONDADE, o Pe. Reginaldo Lins valorizou uma nova dimensão de humanidade, ao preconizar a vivência de princípios cristãos aliada à difusão e produção do conhecimento. Em sua gestão, foram criados o regimento e novos currículos, o que resultou na profissionalização do 2º grau.

Profª Maria Yeda Nogueira

1969 a 1974

Com competência, tenacidade e carisma, a professora Yeda Nogueira assegurou a qualidade dos serviços oferecidos pela entidade diocesana e evidenciou, uma vez mais, o pioneirismo para que fora predestinado o colégio, ao inscrever um nome de mulher, pela primeira vez, na condução da história do Colégio Dom Bosco.

Padre Manoel de Paiva Netto

1936 a 1968

Diretor do colégio diocesano durante 33 anos, Pe. Manoel de Paiva Neto consagrou sua vida sacerdotal à educação da juventude. Em sua gestão, empreendedorismo e compromisso ético com a causa assumida resultam na formação da primeira turma de concluintes do 1º grau e na implantação do curso cientifíco.

Prof. Sebastião Ferraz

1935

Em todos os momentos da história octogenária, ideais de progresso e de humanização da sociedade se fortaleceram ao coincidirem com os perfis de seus gestores virtuosos e tecnicamente habilitados. Com seus atributos, Sebastião Ferraz reafirmou o compromisso da instituição diocesana para com o desenvolvimento local e regional.

Padre Sidrack Vallarino

1931 a 1934

Salesiano e colaborador das obras de Dom Malan, o segundo diretor do Colégio Dom Bosco conduziu a instituição diocesana na direção para a qual foi idealizada: a formação de bons e honestos cidadãos. Pe. Sidrack Vallarino: um missionário consolidando as bases da educação cristã.

Pe. Ezequiel Fraga

1º Diretor

1926 a 1930

Membro da Academia de Letras de Montevidéu, Pe. Ezequiel Fraga destacou-se pela eloquência, pela singular formação intelectual e pela profunda espiritualidade. Nomeado primeiro diretor por Dom Malan, o sacerdote salesiano assumiu a vanguarda da educação, personalizando o modelo de formação integral do homem.

Endereço

Rua Coronel Amorim, s/n, Centro, Telefone: (87)3861-0322 – Telefax: (87) 3861-0136. CEP: 56302-320
Av. Barão do Rio Branco, 812, Centro, Telefone: (87) 3861-3347. CEP: 56.304-310, Petrolina/PE

Localização