TREINAMENTO DE APRENDIZAGEM

COLÉGIO DIOCESANO DOM BOSCO PROMOVE TREINAMENTO DE APRENDIZAGEM AOS SEUS ALUNOS

Procurando estimular o crescimento integral dos seus alunos, favorecendo uma aprendizagem significativa e dando oportunidade de melhoramento da qualidade de seus estudos nas suas aulas, o CDB ofereceu treinamento de aprendizagem com o tema: Estudar Certo – Aprender Melhor. O referido trabalho foi desenvolvido pelo Prof. José Wilson de Souza, consultor educacional, Especialista em neuro aprendizagem e palestrante pelo Brasil.

A palestra foi oferecida dia 21/03 aos alun

os do Ensino Médio e dia 22/03 aos alunos dos oitavos e nonos anos.

 

Papa reunião pré-sinodal: os jovens devem ser levados a sério

 Cerca de 300 jovens dos 5 continentes, de várias religiões e também ateus, participam a partir de hoje até sábado, dia 24, da reunião pré-sinodal convocada por Francisco. Silvonei José – Vaticano“Queridos jovens, o coração da Igreja é jovem precisamente porque o Evangelho é como uma linfa vital que a regenera continuamente”: foi o que disse o Papa Francisco nesta…

CONTRATO DE CONVIVÊNCIA

CONTRATO DE CONVIVÊNCIA

 

Contrato em PDF

1. UNIFORME

 

O aluno(a) obrigatoriamente deverá frequentar as atividades escolares com o uniforme completo, inclusive aos sábados.

Blusa: modelo exclusivo do colégio

Calça (ou saia): modelo exclusivo do colégio

Sapato: tipo tênis (cor preta).

Sandália (apenas Ed. Infantil)

O Uso de boné, touca, capuz ou similares é proibido!

Ao vestir o uniforme do Colégio DOM BOSCO, o aluno é representante da tradição, da imagem da instituição e dos valores que seus pais e educadores nela depositam. Por isso, os atos impróprios realizados fora da escola com o uniforme escolar são considerados ofensivos ao Colégio DOM BOSCO, estando os alunos envolvidos sujeitos aos procedimentos disciplinares previstos no Regimento Escolar e/ou nesse Manual.

A não observância desse regra poderá impedir o acesso do aluno às dependências da escola e registrará ocorrência.

 

 

 

2. MATERIAL ESCOLAR

 

Cada aluno (a) é responsável por conduzir seu próprio material, necessário para o bom andamento de cada aula.

Os pais são responsáveis pela identificação dos materiais dos alunos: nome, série e turma.

Constantemente

Lápis, borracha, caderno e caneta.

Material didático referente às disciplinas do dia.

Atividades feitas e trabalhos prontos para serem apresentados na data determinada pelo professor (a).

Outros materiais solicitados pelos professores(as)

A não observância desse regra acarretará em registro da ocorrência.

 

 

3. HORÁRIOS

 

O início das aulas, pela manhã (às 07:00h) ou à tarde (às 13:15h), com tolerância excepcional de 15 minutos para casos emergenciais. Atrasos por parte dos alunos serão aceitos até 03 por unidade.

A saída antecipada é condicionada à solicitação do responsável à coordenação.

A não observância desse regra poderá impedir o acesso do aluno às dependências da escola e acarretará em registro da ocorrência ou poderá gerar taxas extras aos finais dos turnos, caso o aluno ultrapasse 20 minutos de espera no colégio, após a saída.

 

 

3.1. DISCIPLINA EM OUTROS HORÁRIOS

 

Durante a troca de professores, fica proibido ao aluno transitar fora da sala de aula. O aluno deve aguardar o próximo professor em sala.

Após o intervalo (recreio), os alunos devem dirigir-se imediatamente à sala, após o “toque” do sino.

Todo aluno deverá Justificar suas ausências e não entrar ou sair sem “autenticação” na CATRACA ELETRÔNICA.

A não observância desse regra poderá impedir o acesso do aluno à sala de aula e acarretará em registro da ocorrência.

 

 

 

3.2. EM CASO DE ALGUM IMPEDIMENTO PARA COMPARECER AO COLÉGIO.

 

Os casos de impossibilidade de comparecimento do aluno à aula devem ser justificados pelo responsável à Coordenação.

Caso o aluno perca alguma avaliação e, não sendo justificada a ausência através de atestado, é cobrada uma taxa que deve ser paga na tesouraria, em até 72 horas após a falta.

A não observância desse regra poderá gerar nota zero nas avaliações perdidas.

 

4. CIVILIDADE versus BULLYING

 

A instituição tem especial atenção para essas questões, legalmente proibidas e moralmente repudiadas em todas as suas modalidades.

A intimidação vexatória, conhecida como bullying, consiste em intimidar, constranger, ofender, castigar, submeter, ridicularizar ou expor alguém, entre pares, a sofrimento físico ou moral, de forma reiterada. O alcance do bullying pode transcender o espaço físico do colégio, geralmente quando praticado por meios de comunicação.

Para além da severa sanção aos envolvidos nessas práticas, o Colégio, no seu modo de ser e obrigação de agir pedagogicamente, promove ações de conscientização que envolvem alunos, educadores e pais, para garantir o direito que todos têm de se sentirem protegidos e seguros.

 

 

PARA UM DIA A DIA SALUTAR, O CDB RECOMENDA QUE O ALUNO SEMPRE ESTEJA ATENTO, OBSERVANDO OS SEGUINTES PROCEDIMENTOS:

 

4.1.    Frequentar a escola regular e pontualmente, realizando os esforços necessários para progredir nas diversas áreas de sua educação;

4.2.    Estar preparado para as aulas e manter adequadamente livros e demais materiais escolares de uso pessoal ou coletivo;

4.3.    Observar as disposições vigentes sobre entrada e saída das classes e demais dependências da escola;

4.4.    Ser respeitoso e cortês para com colegas, diretores, professores, funcionários e colaboradores da escola, independentemente de idade, sexo, raça, cor, credo, religião, origem social, nacionalidade, condição física ou emocional, deficiências, estado civil, orientação sexual ou crenças políticas;

4.5.    Contribuir para a criação e manutenção de um ambiente de aprendizagem colaborativo e seguro, que garanta o direito de todos os alunos de estudar e aprender;

4.6.    Evitar condutas que neguem, ameacem ou de alguma forma interfiram negativamente no livre exercício dos direitos dos membros da comunidade escolar;

4.7.    Respeitar e cuidar dos prédios, equipamentos e símbolos escolares, ajudando a preservá-los e respeitando a propriedade alheia, pública ou privada;

4.8.    Compartilhar com a direção da escola informações sobre questões que possam colocar em risco a saúde, a segurança e o bem-estar da comunidade escolar;

4.9.    Utilizar meios pacíficos na resolução de conflitos;

4.10.  Reunir-se sempre de maneira pacífica.

4.11.  Ajudar a manter o ambiente escolar livre de bebidas alcoólicas, drogas lícitas e ilícitas, substâncias tóxicas e armas; inclusive brinquedos que incentivem a violência: armas, espada ou objetos cortantes.

4.12.  Manter pais ou responsáveis legais informados sobre os assuntos escolares, sobretudo sobre o progresso nos estudos, os eventos sociais e educativos previstos ou em andamento, e assegurar que recebam as comunicações a eles encaminhadas pela equipe escolar, devolvendo-as à direção em tempo hábil e com a devida ciência, sempre que for o caso.

4.13.  Não fazer uso de aparelho celular ou qualquer outro tipo de aparelho audiovisual nas dependências da escola, exceto quando da permissão do professor ou da equipe gestora.

 

O aluno é responsável pelo cuidado e posse dos bens que portar, estando o Colégio isento dessas obrigações, consoante o disposto no contrato de prestação de Serviços Educacionais. Por isso, é recomendado que o aluno não porte objetos de valor expressivo, nomeadamente equipamentos eletrônicos com alta incidência dentre os registros de roubo, furto e perda.

O desaparecimento ou achado de qualquer pertence ou objeto deve ser notificado ao professor, à Coordenação, assistente de aluno ou a qualquer responsável pelo setor.

A não observância dessas regras acarretará em registro da ocorrência e medida disciplinar a ser avaliada pela coordenação e/ou direção.

 

 

PROCEDIMENTOS IMPORTANTES

 

Evitar o porte de objetos e moeda corrente em valor elevado.

Não trazer muito dinheiro ou objetos de valor para a escola.

Não utilizar aparelhos que possam despertar a cobiça de estranhos nos locais de entrada e saída do Colégio.

O aluno que vem para o Colégio sem acompanhante deve procurar fazê-lo em grupo.

Relatar imediatamente à Coordenação, professores ou funcionários qualquer evento que considerar anormal dentro ou fora do Colégio.

Não sair do colégio acompanhado de pessoa desconhecida.

Não aceitar nada de pessoa desconhecida.

No caso de espera, tanto para a entrada como para a saída, esta deve ser sempre realizada em espaço reservado específico para tal.

Uma vez dentro do Colégio, não é permitida a saída para qualquer outra atividade, recomendação válida mesmo para o aluno atrasado que aguarda a entrada.

Nos horários de entrada e saída, recomenda-se muito cuidado ao atravessar a rua, sempre na faixa de pedestre.

Qualquer ocorrência nas proximidades do Colégio deve ser comunicada à instituição, para que o fato seja registrado.

Deve haver atenção especial ao horário de saída dos alunos do Ensino Fundamental 1 e 2, principalmente fora da atuação dos auxiliares desse segmento. A saída com acompanhantes que não os habituais só será permitida mediante a autorização por escrito dos responsáveis via agenda.

 

 

5. CONDUTAS QUE AFETAM O AMBIENTE ESCOLAR

 

Além das condutas descritas a seguir, também são passíveis de apuração e aplicação de medidas disciplinares as condutas que professores ou a direção escolar considerem incompatíveis com a manutenção de um ambiente escolar sadio ou inapropriadas ao ensino-aprendizagem, sempre considerando, na caracterização da falta, a idade do aluno e a reincidência do ato.

5.1.     Ausentar-se das aulas ou dos prédios escolares, sem prévia justificativa ou autorização da direção ou dos professores da escola;

5.2.    Ter acesso, circular ou permanecer em locais restritos do prédio escolar;

5.3.    Utilizar, sem a devida autorização, computadores, telefones ou outros equipamentos e dispositivos eletrônicos de propriedade da escola;

5.4.    Utilizar, em salas de aula ou demais locais de aprendizado escolar, equipamentos eletrônicos como telefones celulares, jogos portáteis, tocadores de música ou outros dispositivos de comunicação e entretenimento que perturbem o ambiente escolar ou prejudiquem o aprendizado;

5.5.    Ocupar-se, durante a aula, de qualquer atividade que lhe seja alheia;

5.6.    Comportar-se de maneira a perturbar o processo educativo, como, por exemplo, fazendo barulho excessivo em classe, na biblioteca ou nos corredores da escola;

5.7.    Desrespeitar, desacatar ou afrontar diretores, professores, funcionários ou colaboradores da escola;

5.9.    Comparecer à escola sob efeito de substâncias nocivas à saúde e à convivência social;

5.10.  Expor, distribuir ou vender materiais dentro do estabelecimento escolar que sejam inapropriados.

5.11.  Exibir ou distribuir textos, literatura ou materiais difamatórios, racistas ou preconceituosos, incluindo a exibição dos referidos materiais na internet;

5.12.  Fazer uso da internet na escola, acessando-a, por exemplo, para violação de segurança ou privacidade, ou para acesso a conteúdo não permitido ou inadequado para a idade e formação dos alunos;

5.13.  Danificar ou adulterar registros e documentos escolares, através de qualquer método, inclusive o uso de computadores ou outros meios eletrônicos;

5.14.  Incorrer nas seguintes fraudes ou práticas ilícitas nas atividades escolares:

Comprar, vender, furtar, transportar ou distribuir conteúdos totais ou parciais de provas a serem realizadas ou suas respostas corretas;

Substituir ou ser substituído por outro aluno na realização de provas ou avaliações;

Substituir seu nome ou demais dados pessoais quando realizar provas ou avaliações escolares;

Plagiar, ou seja, apropriar-se do trabalho de outro e utilizá-lo como se fosse seu, sem dar o devido crédito e fazer menção ao autor, como no caso de cópia de trabalhos de outros alunos ou de conteúdos divulgados pela internet ou por qualquer outra fonte de conhecimento.

5.15.  Danificar ou destruir equipamentos, materiais ou instalações escolares; escrever, rabiscar ou produzir marcas em qualquer parede, vidraça, porta ou quadra de esportes dos edifícios escolares;

5.16.  Intimidar o ambiente escolar com bomba ou ameaça de bomba;

5.17.  Ativar injustificadamente sirene, alarmes de incêndio ou qualquer outro dispositivo de segurança da escola;

5.18.  Empregar gestos ou expressões verbais que impliquem insultos ou ameaças a terceiros, incluindo hostilidade ou intimidação, mediante o uso de apelidos racistas ou preconceituosos;

5.19.  Emitir comentários ou insinuações de conotação sexual agressiva ou desrespeitosa, ou apresentar qualquer conduta de natureza sexualmente ofensiva;

5.20.  Estimular ou envolver-se em brigas, manifestar conduta agressiva ou promover brincadeiras que impliquem risco de ferimentos, mesmo que leves, em qualquer membro da comunidade escolar;

5.21.  Produzir ou colaborar para o risco de lesões em integrantes da comunidade escolar, resultantes de condutas imprudentes ou da utilização inadequada de objetos cotidianos que podem causar danos físicos, como isqueiros, fivelas de cinto, guarda-chuvas, braceletes etc.;

5.22.  Comportar-se, no transporte escolar, de modo a representar risco de danos ou lesões ao condutor, aos demais passageiros, ao veículo ou aos passantes, como correr pelos corredores, atirar objetos pelas janelas, balançar o veículo etc.;

5.23.  Provocar ou forçar contato físico inapropriado ou não desejado dentro do ambiente escolar;

5.24. Ameaçar, intimidar ou agredir fisicamente qualquer membro da comunidade escolar;

5.25.  Participar, estimular ou organizar incidente de violência grupal ou generalizada;

5.26.  Apropriar-se de objetos que pertencem a outra pessoa, sem a devida autorização ou sob ameaça;

5.27.  Incentivar ou participar de atos de vandalismo que provoquem dano intencional a equipamentos, materiais e instalações escolares ou a pertences da equipe escolar, estudantes ou terceiros;

5.28.  Consumir, portar, distribuir ou vender substâncias controladas, bebidas alcoólicas ou outras drogas lícitas ou ilícitas no recinto escolar ou no local onde esteja acontecendo alguma atividade oficial do Colégio;

5.29.  Portar, facilitar o ingresso ou utilizar qualquer tipo de arma, ainda que não seja de fogo, no recinto escolar;

5.30.  Apresentar qualquer conduta proibida pela legislação brasileira, sobretudo que viole a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Código Penal.

5.31.  Filmar ou fotografar qualquer funcionário, professor ou aluno, dentro do colégio, sem autorização.

5.32.  Denegrir de qualquer forma o nome do COLÉGIO DOM BOSCO ou divulgar, assuntos que envolvam direta ou indiretamente o nome do Estabelecimento de Ensino, de professores ou funcionários, por qualquer meio de publicidade, sem autorização da Direção.

5.33.   Comercializar produtos dentro do ambiente escolar tais como: figurinhas, pulseiras, revistas papeis e outros.

5.34.   Não será permitido qualquer atitude de manifestação de namoro nos espaços do Colégio, Chácara, Centro Cultural, Ônibus ou locais de Eventos promovidos pelo Colégio.

O Responsável, assim como o aluno, devem respeitar a imagem, marca, reputação e o patrimônio escolar, usando-o de forma adequada, nos termos do Regimento Interno, inclusive nos ambientes digitais e colaborar proativamente para a sua preservação.

A Escola poderá solicitar do Responsável a exclusão de conteúdos que estejam nos recursos educacionais tecnológicos dos alunos, na Internet ou em mídias sociais, sempre que contrários à ética, à moral, aos bons costumes, à legislação nacional vigente, ao Regimento Escolar e regras da Instituição, bem como quando afetarem o bom relacionamento da comunidade escolar ou que possam configurar algum tipo de risco à sua segurança.

Conforme expresso no Contrato de Prestação de Serviços de Educação Escolar, é autorizada à Escola efetuar a captura, guarda, manipulação, edição e uso da imagem do aluno para fins de identificação, autenticação, segurança, registro de atividades, acervo histórico, uso institucional, educativo, cultural, esportivo e social, o que inclui os eventos promovidos pela Escola, o que abrange os perfis da Instituição em mídias sociais, website, Intranet, quadro de avisos, divulgações oficiais da Escola, vídeo para apresentação aos pais, entre outros produtos multimídias que possam ser criados ou produzidos dentro de uma atividade educacional, tendo, por isso, alcance global e prazo indeterminado.

5.33.  Correr no pátio, nos corredores, na sala de aula; gritar nas dependências e portões do Estabelecimento de Ensino; proferir palavras de baixo calão.

 

A não observância dessas regras acarretará em registro da ocorrência e medida disciplinar a ser avaliada pela coordenação e/ou direção.